Reunião de Bolsonaro com embaixadores promete novidades para as eleições de novembro

Jair Bolsonaro (PL), pré-candidato a reeleição irá se reunir com embaixadores na tarde desta segunda-feira (18/07) no Palácio do Planalto, às 16h. O encontro ocorre fora da agenda oficial. O convite enviado pelo presidente aos embaixadores e representantes dos demais países não informou qual seria o objeto do encontro, porém, o chefe do Poder Executivo adiantou que deseja fazer uma apresentação com PowerPoint para falar sobre as suas desconfianças em relação ao sistema eleitoral e as urnas brasileiras.

Você pode se interessar  Reunião de Bolsonaro com embaixadores incomoda ministro do STF

Outro ponto que também será debatido na ocasião diz respeito aos Ministros do STF, como Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, que segundo Jair Bolsonaro, não são isentos.

Você pode se interessar  Ministro da Justiça irá investigar vídeo que simula a morte de Bolsonaro

Estarão presentes junto ao presidente na ocasião do encontro com os embaixadores, os ministros da Casa Civil (Ciro Nogueira), Relações Exteriores (Carlos França). Além deles, o pré-candidato a vice-presidente na Chapa de Bolsonaro, o ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto também estará presente na reunião. Os ministros presidentes do STF (Supremo Tribunal Federal) e TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luiz Fux e Edson Fachin, também foram convidados, contudo, recusaram a participação no encontro.

Você pode se interessar  Saiba o real motivo por trás de manifestações de artistas

Em conversa com jornalistas na frente do Palácio da Alvorada neste domingo (17/07), Jair Bolsonaro afirmou que mais de 40 embaixadores confirmaram presença no ato, contudo, não divulgou quais seriam os embaixadores a confirmarem presença.