Mais um DataPovo! Bolsonaro é recebido com festa no local onde foi vítima de tentativa de homicídio

Na manhã desta sexta-feira (15/07), Jair Bolsonaro (PL) desembarcou na cidade de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. Na ocasião, milhares de apoiadores receberam o Presidente e fizeram uma verdadeira festa no local. A cidade de Juiz de Fora ficou conhecida graças ao incidente ocorrido durante a corrida presidencial de 2018, em que Bolsonaro foi vítima de uma tentativa de homicídio, após levar uma facada de Adélio Bispo.

Alguns aliados do presidente chegaram a cogitar um adiamento na visita, tendo em vista que Jorge Guaranho, agente penal e apoiador de Bolsonaro assassinou o petista Marcelo Arruda. Os aliados temiam que houvesse um debate tenso sobre o tema da violência política. Contudo, Bolsonaro optou por manter a sua agenda e visitar a cidade.

Você pode se interessar  MP-SP pede à justiça o bloqueio dos bens de Geraldo Alckimin envolvendo o caso Odebrecth

Segundo a agenda oficial disponibilizada pelo Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro ainda vai passar pela Santa Casa de Misericórdia e fazer uma visita ao local. Foi nesse hospital onde Bolsonaro recebeu atendimento após a tentativa de homicídio perpetrada por Adélio Bispo. Ele também irá se reunir com a classe política do local para debater sobre o cenário atual da política e os próximos passos a serem dados.

Você pode se interessar  Globo, não consegue direito de transmitir libertadores na TV por assinatura e culpa alta do dólar Entenda

A cidade de Juiz de Fora foi palco de um dos eventos mais tristes e revoltantes que a política do Brasil já viu. Isso porque o PT buscou de todas as formas tirar Jair Bolsonaro da corrida presidencial e fazer com que ele não pudesse ser candidato. Trata-se de um plano sangrento de permanência no poder, que não respeita nem mesmo a vida. Contudo, as tentativas de afastar Bolsonaro da presidência foram infrutíferas e ele conseguiu alcançar o mais alto posto do Poder Executivo em nosso país, derrubando o ciclo de poder do PT e mandando um recado para os bandidos: “faremos o que for possível para colocá-los atrás das grades”.

Você pode se interessar  General Braga Netto dispara: “sem auditoria, não haverá eleições”