Globo sofre nova derrota na justiça e deve perder R$ 1 milhão após ex-apresentadora mover ação contra a emissora

A emissora de televisão, Rede Globo, entrou com um recurso pedindo segredo de justiça em um processo que foi condenada a pagar um valor que supera a casa de R$1 milhão. O processo teria sido movido pela ex-apresentadora do Globo Esporte e jornalista Carina Pereira, quando trabalhou na Globo Minas. Contudo, o pedido da emissora foi negado pelo então juiz do caso, Henrique Alves Vilela.

O principal motivo por trás do pedido da emissora da decretação de segredo de justiça do caso é justamente evitar ter o seu nome associado a novas polêmicas, principalmente no atual contexto em que a Globo está inserida. Isso porque a emissora tem sofrido com a saída de grande parte dos funcionários após a redução dos seus salários, fazendo com que grandes nomes como Fausto Silva escolhessem outra empresa para trabalhar.

Você pode se interessar  Juiz que mandou prender Milton Ribeiro já agiu contra Bolsonaro na pandemia

Muito disso se deve a atual postura adotada pela Rede Globo após ferrenhas críticas e tentativas de manchar a reputação do atual presidente Jair Bolsonaro, após o corte de verbas realizado pelo chefe do Poder Executivo.

Você pode se interessar  Em editorial O Globo afirma que o STF faz ‘ativismo político’ e ‘invade competências’

Porém, de acordo com o juiz da causa, a justificativa trazida pelos advogados da emissora não atende a nenhum dos critérios estipulados pelo Código de Processo Civil de 2015, em seu artigo 189.

Na ação movida pela ex-funcionária, ela afirma ter sido vítima de assédio moral por parte do seu antigo chefe. Segundo sites especializados, a jornalista também trouxe reclamações acerca do seu salário, considerando que ela acumulava funções na emissora. Além disso, Carina Pereira também afirma que tem valores a receber em relação ao adicional noturno, horas extras, abono salarial, férias e participação nos lucros e resultados. Tudo isso deixou de ser pago enquanto ela ainda estava a frente da Globo Esporte de Minas Gerais.