Globo, não consegue direito de transmitir libertadores na TV por assinatura e culpa alta do dólar Entenda

O Grupo Globo não irá transmitir a Copa Libertadores no seu canal de TV por assinatura, o SporTV. Conforme informações dadas pelo colunista do UOL, Ricardo Mattos, a emissora ficará mais 4 anos sem transmitir o campeonato no SporTV. Isso porque o grupo não conseguiu avançar para a próxima etapa da concorrência acerca dos direitos de transmissão do campeonato da Copa Libertadores.

Tendo em vista o acirramento da disputa pelos direitos de transmissão, a entidade sul-americana de futebol (Conmebol) optou por estender a concorrência para uma nova fase. Já na TV aberta, a emissora do “plim plim” segue disputando a melhor proposta contra outra grande emissora do país, o SBT. No entanto, na TV por assinatura, canais como Warner Media e Globo acabaram ficando de fora do embate. Seguem na disputa a Paramount, Amazon e Grupo Disney.

Você pode se interessar  Informações vazadas de reunião secreta na Globo apontam para duro golpe que Luciano Huck irá sofrer

Conforme algumas informações trazidas pelo site Notícias da TV, a proposta mais baixa para compra dos direitos de transmissão da Copa Libertadores teria sido feita pelo Grupo Globo. A justificativa para o valor baixo oferecido seria pelo fato da disputa se dá com grandes multinacionais que possuem uma elevada quantia de dólares em caixa.

Você pode se interessar  O que pode estar causando o inchaço no rosto da cantora Joelma? Entenda o caso.

A expectativa é que o resultado da disputa entre as grandes empresas para transmitir o campeonato seja divulgado já no início de maio. Ela mostra uma nova era de concorrência pelos direitos de transmissão, onde passam a entrar na briga, gigantes multinacionais, como é o caso da Amazon e da Paramount.

Você pode se interessar  Hang processa cantor de esquerda em R$ 100 mil por danos morais

O vencedor desta disputa poderá transmitir a Copa Libertadores pelos próximos 4 anos, podendo exibir a final do campeonato da edição de 2026. Atualmente, emissoras detentoras do direito de transmissão são: Grupo Disney (TV por assinatura) e SBT (TV aberta).