Deolane Bezerra perde contratos publicitários após se posicionar a favor de Lula

Algo que deu o que falar nos últimos dias foi o posicionamento adotado pela advoga e influencer digital, Deolane Bezerra. Em uma publicação feita, ela estava ao lado do ex-presidente e pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva. O que ela não esperava é que ia sofrer com essa publicação, principalmente em relação à perda de contatos profissionais de publicidade. Em grande parte, isso se deve a rejeição por parte dos brasileiros quanto ao ex-presidente.

Em suas declarações, Deolane afirmou que vem sofrendo com a perda de contratos publicitários a partir do momento que declarou apoio ao petista em suas redes sociais. Ela afirmou ainda que não é a única a sofrer com este tipo de problema, tendo em vista que muitos artistas perderam ou estão perdendo a maioria dos seus contratos publicitários com as grandes empresas, levando-se em consideração que essas grandes empresas não querem ter a sua imagem vinculada a um apoiador de Lula.

Você pode se interessar  Mais uma para conta: Globo é processada em 15 milhões por suposto plagio em ' A Dona do Pedaço' entenda

A viúva do falecido MC Kevin fez uma postagem na sua rede social Twitter, onde afirmava: “vocês devem ter visto que muitos artistas estão ‘perdendo’ publicidades e trabalhos por se posicionarem, estou fazendo meu Arraial e estou tendo bastante dificuldades com as empresas que não aceitam eu não me ‘silenciar’”.

Deolane se mostrou bastante incomodada com a situação social do país. Em outra postagem, ela pareceu indignada, afirmando que os grandes empresários não iriam silenciá-la. Isso porque, em suas palavras: “a influencer e advogada não aceita ver o povo brasileiro passando fome outra vez. Ainda que perca todo o dinheiro dessas marcas, ela continuará a se posicionar e defender o povo contra maus governantes”.

Você pode se interessar  Tribunal de Justiça de Alagoas determina cancelamento de show do artista Wesley Safadão e impõe limitações aos valores de cachês

Na visão da advogada, ainda que a pessoa não se posicione abertamente ou adote uma postura política, isso já diz muito sobre ela (indicando que as pessoas que não declaram o seu voto provavelmente acompanham o então presidente Jair Bolsonaro). Os desabafos não param e ela continua a atacar os eleitores do presidente. Em publicações recentes, ela posa ao lado do ex-presidente Lula, declarando não só apoio, mas convidando os seus seguidores a se posicionarem. Em outra publicação, a advogada fez uma campanha para que jovens eleitores tirassem o seu título e votar no pré-candidato.

Você pode se interessar  após briga na justiça xuxa faz comercial no programa de Sikêra JR

O último post da influenciadora Deolane afirmava o seu posicionamento político e disparava: “não tenho medo do cancelamento” e agradeceu os fãs que continuaram a apoiá-la: “Obrigada aqueles que se mantiveram comigo e aos novos que quiserem chegar, aqui o respeito vai sempre prevalecer, mas aceitar quieta e tentarem me silenciar por ‘cancelamento’ isso não vai colar comigo!”

O “boicote” apontado por Deolane está ligado as novas políticas adotadas pela maioria das grandes empresas. Isso porque elas preferem investir em artistas “neutros”, que não entram em polêmicas e possuem um relacionamento próximo com o seu público. Artistas que costumam se envolver com polêmicas, principalmente aquelas relacionadas a política, estão sendo descartados por essas empresas, o que implica em sérios prejuízos a maior parte deles